Music -- Lounge

Janeiro 25 2011

Eu bem tinha dito que não ia dar para resistir. Em boa hora não deixei passar este concerto. Ainda agora começou o ano e parece-me que muito dificilmente este espectáculo perderá o título de concerto do ano. Foi também, muito provavelmente, o concerto com melhor qualidade de som a que já assisti até agora. As características da música da Joanna Newsom muito ajudaram para essa qualidade, em conjunto com a maravilhosa sala Suggia da Casa da Música.

 

Joanna irradia luz, frescura. Aos primeiros passos no palco e estamos conquistados: vestido curto vermelho ao jeito de uma princesa, cabelos loiros longos, um sorriso contagiante. Sozinha, senta-se com a sua harpa e inicia com "The Book of Right-on". Aqui, e ao longo de todo o concerto, a sua harpa imponente transforma-se numa cascata de melodias familiares e intrigantes nos caminhos que percorre. Depois, entra o resto da banda: bateria, guitarra/flauta/baixo, trombone e dois violinos. Todos músicos de excelência, particularmente o guitarrista.

 

Entre os habituais "muy obrigada", Joanna não se cansou de elogiar a sala de espectáculos, a comida portuguesa e o público pela sua presença. Se há concerto que dá vontade de levar para casa um DVD da actuação, este é definitivamente um desses. A Joanna foi awesome! (que calibre de trocadilho)

 

publicado por music--lounge às 01:14
Tags:

Sala de estar onde a musica entra por todo o lado
hilikus@Lounge
subscrever feeds
Posts
Mixcloud Podcasts
Alta Rotação
Arcade Fire - Reflektor

Arctic Monkeys - AM
Palavras...
"My main musical influences? Love, anger, depression, joy and dreams......and zeppelin!" - Jeff Buckley
pesquisar
 
arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


Visitas
blogs SAPO